Transcendente

Nobuyoshi Tamura Shihan nos estágios de Aikido que orientava, dava oportunidade aos Aikidocas para que estes tentassem executar a técnica que tinha acabado de lhes ser exemplificada contra si, o que resultava salvo raríssimas exceções em algo semelhante ao vídeo abaixo.

Lembro-me perfeitamente da sensação que tive no corpo da primeira vez que fui bloqueado por Tamura Shihan, era como se estivesse a tentar mover uma parede, diante de mim não estava um homem com 70 e poucos anos, mas sim uma montanha intransponível com um sorriso simpático.

Vejo e revejo estes vídeos sempre com a mesma interrogação. Como? Como é que um pequeno homem de 70 anos bloqueia jovens com um terço da idade e por vezes quase o dobro do peso. As suas capacidades físicas não têm comparação com os jovens que ele repetidamente consegue bloquear sem o mínimo esforço aparente. Então o que é que estamos a ver?

Há algo de transcendente que se vislumbra, experimentamo-lo vezes sem conta e não sabemos nem como nem porquê, e porque estamos apenas perante um homem, não conseguimos evitar atirarmo-nos de cabeça, corpo e alma à prática de Aikido, na esperança que um dia nos seja revelado este conhecimento extraordinário que um homem um dia nos deu a experimentar.

Sensei Nebi Vural em Lisboa

Nebi em Lisboa Fevereiro 2013

Tivemos o privilégio de receber na nossa cidade o Sensei Nebi Vural. O Sensei Nebi foi um dos principais alunos de Nobuyoshi Tamura Shihan, é instrutor de forças policiais e militares de vários países e apresenta um trabalho sem adornos e pleno de eficácia.

Num estágio desta dimensão é comum termos no tatami praticantes muito distintos, o Sensei quando apresenta uma técnica tem muitas vezes o cuidado de apresentar uma versão base, que pode ser ensinada a um iniciante, e depois uma sucessão de formas de execução onde o nível de dificuldade vai aumentando exponencialmente, sempre diminuindo o tempo, distância e aumentando a eficácia, tanto que a ultima apresentação da técnica é um superlativo que poucos terão a capacidade de um dia poder executar. É um mapa do tesouro que nos é oferecido, ou como ouvi dizer neste estágio, se Nobuyoshi Tamura Shihan fosse um filme, o Sensei Nebi Vural seria as legendas.

Estas “legendas” mostram ao praticante de Aikido um longo caminho a percorrer, um caminho todo ele feito fora da sua zona de conforto, um caminho feito de árduo trabalho, muitas dores no corpo e onde a única vitória obtida será a vitória sobre si próprio. Não há títulos nem cargos pomposos, não há diplomas caríssimos para pendurar na parede, não há lugares de destaque, não há política, apenas trabalho. Um trabalho que fez vir a Lisboa praticantes de França, Espanha, Tunísia, Turquia.

Sente-se que Sensei Nebi Vural é um homem com uma missão, vemos o seu calendário onde não se vislumbra um fim-de-semana livre, todos eles estão dedicados ao ensino do Aikido tal como lhe foi transmitido pelo seu Mestre, ouvimos o anúncio do Festival Internacional de Aikido onde vão estar presentes 35 países, sentimos o empenho e a dedicação de todos os praticantes em cima do tatami, e não conseguimos deixar de pressentir que estamos a ver algo de mágico acontecer. Um Aikido feito por homens livres para homens livres.

Aikidocas Arte da Paz com Nebi Vural Lisboa Fevereiro 2013

Em Agosto voltaremos a ter o privilégio da presença do Sensei Nebi Vural, desta vez durante uma semana inteira no estágio de Verão da União Portuguesa de Aikido

Aquecimento por Nobuyoshi Tamura

No último ano, o professor António Barbas da Comissão Técnica da União Portuguesa de Aikido, associação na qual o Dojo “Arte da Paz” está filiado, tem dedicado algum tempo a transmitir-nos a prática e os conceitos associados ao aquecimento para a prática de Aikido tal como ele era dado por Nobuyoshi Tamura.

Há duas versões do aquecimento, a ultima versão foi introduzida por Nobuyoshi Tamura já em idade avançada e a primeira que é mais completa. O que vemos neste vídeo de 1995 é o próprio Nobuyoshi Tamura a fazer a primeira versão do aquecimento.